MFC Arapongas – PR: Grupo “Renascer em Cristo”

Quero compartilhar com vocês uma experiência vivenciada com o Grupo “Renascer em Cristo” do MFC Arapongas – PR no último domingo (21/05/17). Um dos aspectos que mais me chamou atenção foi a unidade da família, bastou um chamado e TODOS estavam presentes (pais e filhos), uns bem animados – outros nem tanto (no início), mas, todos atenderam ao convite para experenciar este momento.

Acreditamos verdadeiramente que é a partir da família que se manifestam todos os valores e virtudes que vivem na sociedade (humanidade), assim cuidar da família é cuidar do mundo, do seu mundo e a partir daí tudo acontece. As famílias vivem grandes ciclos desde a sua formação, e a cada ciclo vem um aprendizado novo e a necessidade de ajustar, adequar, alinhar pensamentos, sentimentos e emoções (um verdadeiro turbilhão) que se manifestam das mais diversas formas do conviver e no agir; embora vivamos sob o mesmo “teto”, tendo a mesma orientação, somos diferentes,  agimos e reagimos diferentemente aos acontecimentos, pois em cada pessoa habita um perfil característico e predominante (persona), assim as reações são as mais diversas, e a este equilíbrio de diferenças abraçamos como família.

Reconhecemos que este talvez seja o nosso maior desafio, fazer o equilíbrio na família, e acreditamos que este só é possível pois traz em sua essência o combustível primordial para o seu crescimento e sustentação, que é o amor em sua forma maior de manifestação (1 COR 13), é na família que exercitamos o amor na sua essência.

Voltando a falar do Grupo Renascer em Cristo vivemos uma experiência ímpar, pais e filhos em um mesmo ambiente, em um clima de harmonia, de amizade entre as famílias e particularmente familiar – também de desconfianças e dúvidas. No início convidamos aos pais para abençoarem seus filhos, e imaginem quanto isso foi importante (para os pais e mais ainda para os filhos), o sentimento comum foi de proteção, de ser amado, querido, acolhido, de bem-estar, de reconhecimento, de conforto e segurança… uma grande benção. Seguindo e utilizando elementos da psicogeografia,  com os filhos ao centro em um círculo e pais do lado de fora (imaginem ter os seus símbolos de amor e segurança olhando por vocês); a outra visão (os pais) os seus melhores tesouros à sua frente, aos seus olhos – aos seus cuidados, sob sua proteção…. Muito lindo de ver e sentir.

Aos poucos fomos desenrolando a nossa grande troca em algumas perspectivas que nos elevaram, assim fizemos uma leitura breve do que temos de melhor, é o que nos sustenta; e também daquilo que precisamos melhorar, estamos em fase de constante aprendizado e troca. Percebemos que quando existe confiança o amor se manifesta em todas as nossas “palavras, pensamentos e ações”, produzindo sentimento de pertença e gratidão, todas as energias são conduzidas e trabalhadas para o bem comum, para o amadurecimento das relações, para cura na família. Se uma situação incomoda precisa ser enfrentada com maturidade para não deixar máculas no viver, assim fazer os enfrentamentos são os melhores antídotos a uma vida saudável e próspera.

Depois de um grande exercício pessoal de amor, sinceridade e caridade para com o outro no grupo (com ausência de julgamento) partimos para o especial encontro com a família, hora de reconectar o que invisivelmente (nas entre linhas do dia-a-dia) minam uma boa relação familiar. Parar, ouvir o outro, sentir o outro, conhecer as dores e angustias do outro promoveram o bem-estar e o entendimento, o olhar sincero nos olhos, o toque acolhedor, as lágrimas derramadas foram a mais bela manifestação de amor de um coração que se liberta da angustia e se reconcilia com a paz. Por fim a cura que se dá com um abraço de reconhecimento e acolhimento de todo sentimento guardado que necessitava de compreensão, do perdão escondido atrás do orgulho, da alegria camuflada pela razão e por todas as pressões pessoais e as do mundo.

Gratidão Grupo Renascer em Cristo por PERMITIR-SE em um momento abrir-se e elevar-se, gratidão por exercitar ser a melhor família que vocês podem ser, gratidão por permitir que a sua família seja um sinal de luz para o bem da humanidade.

Forte e afetuoso abraço,
Rubens e Rosana.

Fonte: MFC

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA